Twitter

Minas e o futebol

on 11 dez, 2017 in Esportes | 0 comments

Reportagens de formandos da UFMG se destacam por abordar a relação entre futebol, cidade e sociedade.

 

Não há dúvidas de que o futebol é o esporte mais popular do país. Mais além da paixão pelo jogo, o futebol se relaciona com a sociedade de diferentes maneiras. Essa relação foi tema de dois projetos experimentais no curso de Jornalismo da UFMG, resultado de reportagens desenvolvidas ao longo de todo o ano de 2017.

 

Boleiras

 

Projeto investiga o papel da mulher no esporte mais popular de Minas Gerais.

 

Elaborado e produzido por Mariana Gonzaga e Petra Fantini, sob orientação de Vanessa Costa Trindade e Enderson Cunha, o projeto “Boleiras” investigou a realidade de mulheres que atuam no futebol em Minas Gerais, quebrando preconceitos e mostrando o espaço que vem sendo conquistado por elas. Foram produzidas quatro grandes reportagens, em texto e vídeo, que abordaram: as torcedoras, o futebol feminino e as jogadoras, profissionais envolvidas com o futebol feminino e masculino e a mulher, o marketing e o jornalismo esportivo. Para conferir, acesse medium.com/boleiras

 

Campos invisíveis

 

A memória dos antigos campos de futebol de Belo Horizonte é resgatada pelo projeto.

 

Quatro antigos estádios de Belo Horizonte chamaram a atenção de Carlos Oliveira, Gabriel Amorim, Ives Teixeira e Lucas Sousa. Sob a orientação de Carlos d’Andréa e Enderson Cunha, os estudantes desenvolveram o projeto “Campos Invisíveis”, um extenso trabalho de pesquisa em livros e jornais antigos, complementado com entrevistas sobre os estádios que hoje não mais existem, que foi transformado em quatro reportagens sobre a memória da cidade. Para conferir a história dos “Primeiros Campos”, “Estádio J. Kubitschek”, “Estádio Antônio Carlos” e “Estádio Alameda”, acesse camposinvisiveis.com

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 5 =